Pintura em parede: dúvidas comuns

Tempo de leitura: 4 minutos

Oi gente! Hoje vamos aprender sobre pintura em parede! Eba!!!!

Vim para falar um pouco sobre as dúvidas mais comuns relacionadas à pinturas em parede.

Primeiro acho que é legal contar como comecei a pintar paredes! Na verdade, foi bem pequena, pois minha mãe sempre liberava uma parede do quarto para os filhos pintarem, hahaha.

Brincadeiras à parte, comecei a pintar profissionalmente há uns 5 anos. Tenho uma preferência por artes feitas em ambientes internos, por serem, normalmente, mais reduzidas e livres da ação das intempéries do tempo. É uma pintura que tem uma durabilidade maior, além de permitir um maior controle na elaboração da composição. Vou contar um pouco para vocês sobre como costumo trabalhar!

Pintura em parede – processo

O projeto

A primeira coisa que faço é tirar a medida da parede e pedir para o cliente me mandar uma foto do ambiente. Isso me ajuda a idealizar o projeto, inicialmente feito no papel, em aquarela (saiba mais sobre esse tipo de pintura aqui!). Tenho uma conversa extensa com o cliente, afim de entender sua demanda e dou algumas opiniões antes de iniciar o planejamento.

Apresento a arte em aquarela e uma aplicação da mesma já na parede (na foto enviada) para que o cliente compreenda a proporção dos elementos e para que possa sugerir mudanças.

Pintura em parede – materiais

 

Separando os materiais para pintura em parede

Por incrível que pareça, para se pintar uma parede são necessários vários itens a mais do que tintas e pincéis.

  • Em relação à tinta, uso a acrílica, pois tem uma grande variedade de cores e é vendida em potes pequenos, de 250ml (não uso muito de cada cor, por isso prefiro comprar assim).
  • Você vai precisar de recipientes para que possa armazenar água para limpar os pincéis e para armazenar a água que você usará para diluir a tinta. AQUI você vê o que eu costumo usar e que tem um excelente custo benefício.
  • Tenha ao alcance de suas mãos um rolo de papel toalha, desses de cozinha mesmo. Eles são ótimos para tirar o excesso de tinta e te salvar de pequenos “acidentes”, se a tinta escorrer, por exemplo.
  • Sempre forro o chão com uma lona ou jornal. Mesmo que o volume de tinta seja relativamente pequeno, não custa se prevenir e evitar que ela manche o chão. Ah, não se esqueça de afastar todos os móveis da parede que será pintada.
  • Os pincéis a serem utilizados devem ser escolhidos de acordo com o tipo de desenho que você vai fazer. Eu tenho uma preferência pelos pincéis de cerda macia e retos. A tigre oferece vários tamanhos dele. Esse é um que gosto muito, veja aqui!
  • Um avental pode ser legal para evitar que você suje sua roupa, ou use uma camiseta mais velha que possa sujar! A tinta não sai, lembre-se disso!
  • Você vai precisar de uma escada, provavelmente! Eu gosto daquela grande, pois permite que eu chegue até o teto se necessário.

O desenho

Normalmente, para você que está começando, sugiro que faça o traçado da arte à lápis primeiro, para se sentir mais seguro para aplicar a tinta.

Outra forma legal de “tirar” o desenho e não perder a proporção, é usar um retroprojetor e fazer uma projeção do desenho da parede – e aí sim, fazer o traçado à lápis.

Hoje em dia não costumo traçar mais. Vou direto com a tinta na parede porque acho que isso traz mais movimento para a pintura. Você pode tentar quando tiver se sentindo um pouco mais confiante.

O resultado do nosso jardim

A pintura em parede: como fazer?

Não há uma regra fixa sobre como pintar ou por onde começar. O importante é você ter TEMPO e CALMA para se aventurar num projeto como esse. Eu, normalmente, costumo levar 12 horas para fazer uma parede média (8m2). Por isso: respire e curta o processo!

Se dê o direito de errar, de conhecer os materiais, testar os pincéis e as tintas. Não há melhor aprendizado do que a prática! Por isso: vá em frente e elabore seu primeiro projeto em parede!

Pintura em parede feita no Lar Irmão Fábio – Trabalho social

Mais para frente mostrarei o ponto de diluição da tinta e sua aplicação em desenhos artísticos em parede.

Se você tiver qualquer dúvida, por favor me escreva que será um prazer te responder!

Espero que tenha gostado desse conteúdo e te espero no próximo tutorial!

Um beijo

Lu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *